Alopecia Difusa o Que é? [ Causas, Sintomas e Tratamentos ]

Perder os cabelos é mesmo uma condição extremamente incomoda e que pode abalar muito autoestima de uma pessoa. Então, hoje falaremos um pouco mais sobre a alopecia difusa e como identificar esse problema para que seja possível tratar o quanto antes.

O fato é que os cabelos são parte importante da imagem de uma pessoa. Eles atuam como uma proteção natural para o couro cabeludo, protegendo-o de impurezas e também da ação dos raios UV.

No entanto, não podemos negar que os cabelos também são parte da nossa identidade, uma forma de mostrar personalidade e criar um visual.

O que acontece é que existem diversos fatores que podem levar a queda dos cabelos e o mais importante de tudo é estar sempre atento identificar os sintomas o quanto antes possível.

Isso porque, quanto mais cedo o problema for diagnosticado, melhores serão as perspectivas de deter a evolução do mesmo ou de recuperar o dano.

Vale lembrar, no entanto, que todo mundo perde diariamente uma quantidade de cabelo que fica em torno dos 100 a 150 fios. Isso é algo natural e faz parte da renovação capilar.

Isso porque o desenvolvimento do cabelo passa por três fases, que são: crescimento, repouso e queda. Logo após a queda de um fio, um novo já começa a nascer, voltando para a fase de crescimento novamente, num ciclo constante.

No entanto, quando a queda de cabelo acontece de uma forma mais acentuada, é preciso atenção, pois pode significar algum problema.

Então, se você está mesmo interessado e quer saber um pouco mais sobre a alopecia difusa, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse assunto.

Mas antes, o que é a alopecia difusa?

Alopecia difusa forma de tratamentos

Primeiramente, precisamos entender que a alopecia é um problema que tem variadas formas e acontece por diferentes causas.

A alopecia areata, nada mais é o do que uma doença crônica que afeta os folículos pilosos e as unhas. Ela leva a queda de cabelos e pelos do corpo.

Mais do que isso, ela também pode se apresentar em uma grande variedade de formas clínicas, sendo ela atípica ou difusa, que é quando a perda dos fios não é localizada e sim difusa.

Sendo assim, podemos dizer que a alopecia difusa é apenas um dos tipos de alopecia areata, que faz com que os cabelos caiam em todo o couro cabeludo, ficando mais ralos.

Assim sendo, a alopecia difusa é apenas mais um tipo de queda de cabelo e pode acontecer tanto em homens quanto em mulheres.

Ela afeta todo o couro cabeludo, ao invés de acontecer apenas em algumas áreas específicas, como em outros tipos. Mais do que isso, ela pode acontecer em qualquer idade.

Quais os sintomas?

Dentre os principais sintomas, podemos citar a intensificação da queda dos fios na cabeça.

Mais do que isso, também é comum notar que os fios de cabelo estão ficando mais finos, ou seja, perdendo corpo.

Assim, além de a cabeça ficar com menos cabelos, os fios que restam ainda estarão mais finos.

Visualmente, será possível enxergar o couro cabeludo, que não fica mais completamente coberto pelos cabelos.

Cerca de 20% dos homens e 40% das mulheres com mais de 20 anos já apresentam algum nível de alopecia difusa, pelo menos uma vez na vida.

Principais causas

Sem dúvidas, existe uma grande variedade de causas que podem levar ao problema da alopecia difusa e elas podem ser físicas ou psicológicas. Mais do que isso, as causas podem ser isoladas ou combinadas.

Então, vamos conhecer as principais causas da alopecia difusa:

  • Altos níveis de estresse e fadiga
  • Estados somáticos ou psicossomáticos
  • Distúrbios metabólicos, como a tireoide
  • Reumatismo, febre e infecções
  • Quadros de anemia
  • Período de gestação
  • Pós-parto e amamentação
  • Problemas de nutrição, abuso de álcool ou dietas restritivas
  • Uso de alguns tipos de drogas
  • Quadros de intoxicação
  • Genética, ou seja, fatores hereditários

Como já foi explicado, essas condições podem ser consideradas causa isolada ou ainda podem estar em conjunto com outras, por exemplo, estresse e consumo excessivo de álcool.

Tratamentos para a alopecia difusa

Tratamentos para alopecia difusa em homem e mulheres

A primeira coisa a ser feita é identificar o que está causando o problema. Isso porque de nada adianta tratar a consequência sem tratar o fator causador do problema.

Feito isso, além de cessar o fator que originou o problema, existe uma grande variedade de tratamentos que podem ser utilizados,

Dentre eles, podemos citar o uso de medicamentos tópicos, como loções de corticoides, Minoxidil e antralina, entre outros. Esses medicamentos ainda podem estar associados com tratamentos mais agressivos, como os que são injetados diretamente no couro cabeludo.

Vale lembrar ainda que o tratamento tem como principal função o controle da doença, que é crônica. Assim, ele vai diminuir as falhas existentes e evitar que aconteçam novamente.

Existem ainda alguns suplementos naturais, que vem se mostrando extremamente vantajosos, visto que não causam efeitos colaterais.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a alopecia difusa, suas causas e possíveis tratamentos para esse problema incomodo!

NOTÍCIA INÉDITA
Cápsula com fórmula revolucionária que promete pôr um fim definitivo na calvície e recuperar os cabelos perdidos chama a atenção dos homens de todo o Brasil. ⇒ CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA COMPLETA  

Deixe Seu Comentário