Alopecia Universal o que é? [Causas, Sintomas e Tratamentos]

A Alopecia é uma doença que causa inflamação provocando a queda dos fios de cabelo. em alguns casos, o quadro pode evoluir até atingir todo o corpo, causando o que é conhecido como alopecia universal.

Na alopecia, os fios caem em quantidade anormal e vão se formando falhas no couro cabeludo que se tornam visíveis, causando problemas na aparência e geralmente deixando a pessoa com autoestima baixa.

A extensão das falhas é variada e elas podem afetar poucas regiões dependendo do tipo de alopecia. No entanto, em casos mais graves pode ocorrer a perda total de pelos, não só da cabeça como de todo o corpo.

Este tipo é conhecido como Alopecia universal e pesquisas revelam que 5% dos pacientes sofrem com a alopecia universal, ou seja, perdem todos os pelos do corpo.

A alopecia não é uma doença contagiosa e seu tratamento vai depender das causas, que são várias.

De um modo geral, a alopecia afeta mais os homens, mas as mulheres também podem desenvolver a doença.

Apesar de não se tratar de uma doença grave (clinicamente), a alopecia afeta muito o estado emocional e psicológico das pessoas que sofrem com este problema. Principalmente as mulheres, (talvez porque sejam mais vaidosas), são as que mais procuram tratamentos e soluções para ter de volta a sua aparência saudável.

Então, se você está interessado e quer saber mais sobre a alopecia universal, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber.

Causas da alopecia universal

Alopecia universal tem cura

Diversos fatores influenciam o desenvolvimento da alopecia universal, tanto a masculina como a feminina.

Cada caso possui suas causas e peculiaridades e é por isso que é necessário buscar orientação de um profissional que, através do seu histórico, exames clínicos e laboratoriais, irá chegar a um diagnóstico correto, para descobrir as causas e só então indicar um tratamento baseado nestes dados.

No entanto, podemos citar como as principais causas as seguintes:

  • Genética
  • Doenças autoimunes, como vitiligo por exemplo
  • Problemas de tireoide
  • Desequilíbrios hormonais
  • Má alimentação
  • Deficiência de vitaminas
  • Estresse
  • Carência de ferro (causa anemia)
  • Traumas psicológicos
  • Uso de medicamentos (quimioterápicos por exemplo)
  • Alergias
  • Dermatite seborreica
  • Outras

Tratamentos para alopecia universal

Na medida que as pessoas que sofrem desta doença, buscam cada vez mais por ajuda, as pesquisas aumentam e surgem mais opções de tratamento no mercado.

Atualmente diversas opções estão disponíveis para evitar, reduzir, controlar ou eliminar a queda dos fios decorrentes da alopecia universal.

As soluções oferecidas são desde tratamentos de uso oral, tópico (cremes, pomadas, loções), injetáveis até os mais invasivos como os implantes.

Os medicamentos mais procurados no mercado são os corticoides, além dos conhecidos antralina, minoxidil, metotrexate entre outros.

Como já foi dito, o tratamentos está ligado a causa e para que seja administrado corretamente é necessário descobri-la. Por isso é importante que seja indicado por um profissional da área, que normalmente é o médico dermatologista.

Por exemplo, se a causa for carência de ferro que resultou num estágio avançado de anemia (facilmente detectado em um exame de sangue), o tratamento será a reposição de ferro, que provavelmente vai lhe devolver a saúde dos fios.

Todo tratamento deve seguir a orientação da posologia e tempo indicado. As vezes o tratamento precisa de um longo tempo e, portanto, de bastante paciência até chegar no resultado desejado.

Como prevenir a alopecia universal

Dicas para prevenir alopecia universal

Não existe uma fórmula mágica para prevenir a alopecia universal, mas você pode seguir algumas dicas que vão ser de grande ajuda para manter-se saudável.

  • Procure reduzir o estresse

Atualmente o estresse é um dos grandes responsáveis por várias doenças. Sabemos que as vezes existem situações inevitáveis no trabalho ou até mesmo na família.

Procure pelo menos equilibrar estas situações com momentos de lazer. Procure relaxar e fazer algo que você gosta: ler um livro, ir ao cinema, passar um dia no campo etc.

  • Uma boa alimentação.

Sabemos que uma boa alimentação é a base da saúde. Procure manter uma alimentação equilibrada. Procure consumir verduras, legumes, frutas, grãos etc. E não esqueça de ingerir bastante líquido.

  • Evite produtos químicos.

Todos gostam de mudar a aparência e fazer tratamentos de beleza. Procure pelo menos não abusar desta prática. Use produtos de qualidade e faça com orientação de profissionais capacitados. Algumas pessoas repetem muitos tratamentos de beleza que utilizam produtos químicos pesados e acabam prejudicando a saúde.

  • Mudar alguns hábitos

A mudança de alguns hábitos bem simples pode trazer bons resultados para a saúde dos seus cabelos.

Evite usar diariamente secador de cabelos ou chapinha. Evite estar diariamente com o cabelo preso (tipo rabo de cavalo). Evite o uso diário de chapéu ou boné que prejudicam a “respiração” do couro cabeludo.

  • Fique atento

Se você já tem uma pré-disposição genética (casos de alopecia na família), fique atento. É uma das causas mais comuns. Procure observar se está caindo mais cabelos do que o normal.

Perder alguns fios (100) diariamente é normal e não deve causar preocupação. Você só deve observar se a quantidade está além do normal. É fácil perceber isto observando sua escova de cabelos, seu travesseiro e o ralo do banho.

Quanto antes você perceber que está desenvolvendo a doença melhor.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a alopecia universal, tratamentos e como resolver esse problema de uma vez por todas!

NOTÍCIA INÉDITA
Cápsula com fórmula revolucionária que promete pôr um fim definitivo na calvície e recuperar os cabelos perdidos chama a atenção dos homens de todo o Brasil. ⇒ CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA COMPLETA  

Deixe Seu Comentário