Antralina [ Descubra o que é, Benefícios, e Para Que Serve ]

Não existe a menor dúvida de que a queda de cabelos é um problema realmente muito incomodo e desagradável. É por isso que a todo momento surgem novas alternativas de tratamento, como é o caso da Antralina, que vem ganhando espaço no mercado.

A primeira coisa que precisa ser dita é que há uma queda de cabelo que é considerada normal para qualquer pessoa. Nesse caso, podemos considerar que uma perda de 100 a 125 fios de cabelo por dia está dentro do que é considerado esperado.

Essa perda faz parte do processo natural de renovação e crescimento do cabelo, estando completamente dentro dos parâmetros normais e aceitáveis.

No entanto, quando a queda se torna mais intensa ou severa, é preciso procurar ajuda médica. Somente assim é que vai ser possível identificar a causa do problema e então determinar a melhor forma de tratamento.

No caso da calvície, que é uma condição séria, o tratamento indicado pode ser o uso da Antralina, sobre a qual vamos falar hoje aqui.

Então, vamos descobrir um pouco mais sobre esse medicamento para queda de cabelo, como ele funciona e para que serve, logo a seguir.

Mas antes, o que é calvície?

Antes e depois de usar maquiagem para calvície

Muita gente confunde por aí a calvície com uma queda de cabelo causada por fatores externos, por exemplo.

Muitas vezes, o cabelo está caindo por quebra, porque está fraco depois da aplicação de química ou de equipamentos de calor, como secador e chapinha.

Mais do que isso, a queda de cabelos também pode ser causada por falta de nutrientes importantes no organismo ou até mesmo por alterações hormonais, como é algo comum no pós-parto, por exemplo.

No entanto, a calvície é um problema um pouco mais complexo!

De uma forma geral, ela é caracterizada pela diminuição total ou parcial de cabelos em uma determinada região do corpo, podendo ocorrer na cabeça ou em outras áreas do corpo.

Tecnicamente ela é chamada de alopecia e tem uma grande variedade de tipos, como é o caso da alopecia androgênica, que a mais comum em homens.

O que é antralina?

Também chamada de ditranol, a antralina nada mais é do que um derivado do antraceno, que é um medicamento utilizado na pele para o tratamento da psoríase.

De uma forma geral, ela é encontrada em forma de medicamentos de uso tópico, ou seja, pomadas, cremes, óleos ou pasta, sempre em concentrações que variam entre 0,1% a 2%.

Vale lembrar que antralina é o nome do composto ativo, mas de uma forma geral, o medicamento também pode ser encontrado sob o nome comercial de Psorlin, Ditrocreme e Micanol.

Mesmo sendo utilizado primeiramente para o tratamento da psoríase, estudos clínicos realizados mostram essa substância pode ser muito eficiente também no tratamento da queda de cabelos.

Isso vale principalmente para os casos em que essa queda acontece em regiões específicas e claras.

Assim, o medicamento atua contendo a reação imune do organismo que é o que provoca a queda dos cabelos.

A alopecia tem tratamento?

Claro que sim! No entanto, o mais importante é sempre lembrar que somente o médico é que pode orientar e determinar a melhor forma de tratamento depois de analisar cada caso de forma individualizada.

No entanto, dentre as principais opções de tratamento atuais, é possível empregar o uso de medicamentos tópicos, como é o caso do famoso Minoxidil, corticoides e também a antralina, claro.

Essas substâncias irão atuar localmente, diminuindo a perda de cabelos e estimulando a ação dos folículos capilares, possibilitando que os cabelos possam continuar a crescer.

Modo de ação da antralina

Antralina para que serve

A antralina é um medicamento que pode ser utilizado tanto em homens quanto em mulheres, o que é uma grande vantagem, visto que a maioria não é indicada para o público feminino nesse segmento.

Sem dúvidas, a antralina é a melhor escolha para aquelas pessoas que estão buscando uma revitalização das áreas em que a queda está acontecendo, incluindo falhas que a alopecia androgenética pode ocasionar, entre outros problemas.

Normalmente, o produto é utilizado em forma de creme mesmo, que é passado diretamente sobre a área de cabelos ou pelos que foi afetada. Basta esperar um minuto e depois enxaguar com bastante água.

O principal efeito desse creme é causar uma irritação moderada no couro cabeludo, estimulando o crescimento de novos folículos capilares, reativando os que já estava “mortos”.

Dessa forma, o uso da antralina consegue reestabelecer a fase de crescimento dos fios de cabelo, até mesmo nos locais com falhas e esses resultados já podem ser percebidos logo nos primeiros 6 meses de tratamento.

Vale lembrar que esse remédio está se destacando nos últimos tempos por causa da sua enorme capacidade de restaurar falhas já ocorridas, bem como fortalecer os cabelos que restaram.

O único “porém” do uso da antralina é que ela é mais irritante, ou seja, existe uma probabilidade maior de que ela venha a causar problemas de irritação no couro cabeludo.

No entanto, esse efeito tende a diminuir com o tempo de uso, não sendo nada grave ou insuportável, o que faz com que ela seja muito vantajosa para essa finalidade.

Agora que você já está sabendo um pouco mais sobre a antralina, converse com o seu médico e verifique a possibilidade de adotar esse medicamento no seu tratamento de queda de cabelos!

NOTÍCIA INÉDITA
Cápsula com fórmula revolucionária que promete pôr um fim definitivo na calvície e recuperar os cabelos perdidos chama a atenção dos homens de todo o Brasil. ⇒ CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA COMPLETA  

Deixe Seu Comentário

14 + um =

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close