Óleo de Coco Para Queda de Cabelo [ Veja os Prós e Contras ]

Sem dúvidas, o óleo de coco está cada vez mais popular atualmente, embora não seja algo novo. No entanto, o que muita gente não sabe é do uso do óleo de coco para queda de cabelo.

Pois bem, o óleo de coco já é muito utilizado há anos, para uma grande variedade de problemas capilares. Isso porque ele se mostra eficiente para diminuir a caspa, para hidratar cabelos secos, para melhorar a saúde dos fios, para condicionar o cabelo e muito mais.

No entanto, ele também se mostra excelente para melhorar a saúde do couro cabeludo, graças à sua ação antimicrobiana, antibacteriana e emoliente.

Então, é inegável que ele contribui para a saúde do cabelo, mas será que é verdade que pode ser usado para a queda também?

O fato é que a perda de cabelos acontece diariamente e, até um certo ponto, isso é considerado bem normal, fazendo parte do processo natural de renovação dos fios.

Nesses casos, o cabelo volta a crescer novamente, sem problemas, não sendo necessário procurar um especialista e nem fazer tratamentos.

No entanto, quando essa condição se agrava e a queda se torna mais severa, a situação muda completamente e é preciso agir.

Então, se você está interessado em saber um pouco mais sobre o óleo de coco para queda de cabelo, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber.

Quais as causas da queda de cabelo

Oleo de coco para queda de cabelo masculina e feminina

De uma forma geral, a queda de cerca de 100 fios de cabelo por dia é algo considerado normal. No entanto, existem alguns fatores que podem levar a uma queda de cabelos que não é considerada como algo saudável, tais como:

  • Problemas nutricionais: a falta de nutrientes pode causar prejuízos para o organismo de inúmeras formas, incluindo na queda dos fios. Isso pode ser causado por falta de vitamina A ou ferro, entre outras.
  • Hormônios: a DHT é uma forma mais potente da testosterona e quando ela se encontra em desequilíbrio, pode haver queda de cabelo em mulheres, bem como um crescimento inadequado do mesmo.
  • Doenças autoimunes: a alopecia e o lúpus são condições autoimunes que fazem com que o sistema imunológico crie anticorpos que atacam equivocadamente o próprio organismo, podendo causar a morte dos folículos pilosos.
  • Infecções fúngicas: micose, dermatite seborreica, infecções fúngicas e outros problemas que ocorrem no couro cabeludo podem levar ao aumento da irritação, resultando em perda dos cabelos.
  • Procedimentos químicos: os cabelos que recebem química sobrem uma alteração na sua estrutura ou cor, o que é considerado um dano. Dessa forma, é preciso cuidado para que procedimentos químicos não causem a perda dos cabelos.
  • Medicamentos: alguns medicamentos, especialmente quando utilizados de forma incorreta, podem ocasionar a perda dos fios de cabelo.
  • Estresse: o estresse pode causar um tipo de queda de cabelo que é temporário, conhecido como eflúvio telógeno, que é quando o cabelo fica somente na fase de queda.
  • Genética: histórico familiar pode afetar a condição capilar, sendo um fator decisivo quando o assunto são os cabelos.
  • Perda de peso rápida: esse processo causa um estresse ao organismo, resultando na queda dos fios.
  • Envelhecimento: esse é um processo natural que influencia na saúde e crescimento de unhas, cabelos e outros. Por isso, pode ocasionar também a queda de cabelos.

Óleo de coco para queda de cabelo funciona?

Óleo de coco para queda de cabelo Masculino e Feminino

Agora que já sabemos as causas, podemos dizer que sim, o óleo de coco pode ajudar muito a combater a queda de cabelo, visto que:

  • Fortalece as raízes: o óleo de coco possui ácido láurico, que é antibacteriano e contribui para o fortalecimento das raízes, além de ter ação antimicrobiana, que melhora a saúde do couro cabeludo e dos folículos pilosos.
  • Evita a fadiga higrênica: essa condição causa o inchaço da haste do cabelo quando a cutícula absorve um excesso de umidade.
  • Ajuda na retenção a umidade: o óleo de coco ajuda a prevenir a desidratação capilar, agindo como um condicionador natural.
  • Evita a perda da proteínas: o óleo de coco para queda de cabelo pode ser eficiente na prevenção da perda de proteínas dos fios, visto que ajuda a mantê-la presa nas hastes do cabelo. Por ser um triglicerídeo do ácido láurico, ele tem afinidade com as proteínas.
  • É muito nutritivo: o óleo de coco é uma excelente fonte de antioxidantes e nutrientes, sendo ótimo para ajudar a manter a nutrição capilar, deixando o cabelo mais saudável e encorpado.
  • Previne infecções bacterianas e virais: as infecções no couro cabeludo podem provocar a queda dos cabelos, então, o óleo de coco para queda de cabelo pode ajudar nesse sentido, por causa de suas propriedades antimicrobianas e antibacterianas.
  • Melhora a circulação sanguínea no couro cabeludo: o óleo de coco pode ser aplicado para massagear o couro cabeludo, ajudando a melhorar a circulação sanguínea. Assim, ele garante que os nutrientes vão chegar até os folículos, garantindo um crescimento mais saudável.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o óleo de coco para queda de cabelo e como ele pode ajudar a melhorar a saúde dos fios!

NOTÍCIA INÉDITA
Cápsula com fórmula revolucionária que promete pôr um fim definitivo na calvície e recuperar os cabelos perdidos chama a atenção dos homens de todo o Brasil. ⇒ CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA COMPLETA  

Deixe Seu Comentário