Queda de Cabelo na Gravidez [ O que Fazer e Como Tratar ]

A gestação é um momento lindo no qual muitas mulheres estão realizando o sonho da maternidade. No entanto, também é uma fase que pode gerar alguns incômodos, como a queda de cabelo na gravidez.

O fato é que a gestação é um período no qual ocorrem muitas alterações hormonais pois o corpo precisa se preparar para o desenvolvimento do bebê.

No entanto, tudo isso provoca uma série de alterações no organismo da mulher, levando a alterações de humor, mudanças no funcionamento do organismo e também a queda de cabelo.

Mais do que isso, no pós-parto essas alterações tendem a ser ainda mais intensas e frequentes.

O que acontece é que o corpo está mudando muito rapidamente, passando por uma série de alterações fisiológicas para se adaptar a esse momento.

Vale lembrar que muito além das adaptações externas, como aumento da barriga e dos seios, muitas outras mudanças também estão ocorrendo internamente, alterando o modo como o organismo funciona.

Com esses altos níveis de hormônio circulando e todo o corpo em mudança, não é incomum que ocorra a queda de cabelo.

Então, se você está mesmo interessada e quer saber um pouco mais sobre a queda de cabelo na gravidez, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse assunto.

Por que ocorre a queda de cabelo na gravidez?

Porque acontece queda de cabelo na gravidez

Uma das principais causas da queda de cabelo na gravidez é o aumento dos níveis de hormônio no organismo, que são os responsáveis pela regulação do ciclo reprodutivo feminino, tais como o estrogênio e progesterona.

Com o aumento desses hormônio femininos, os cabelos tendem a ficar muito mais fortes e brilhantes, o que parece ser uma contradição, não é mesmo?!

No entanto, acontece que também é necessária a prescinda dos hormônios masculinos para que os cabelos possam ter sua oleosidade natural, evitando que fiquem quebradiços e secos.

A progesterona é o hormônio da mulher que é produzido nos ovários. A testosterona, por sua vez, é o hormônio masculino, mas que também é produzido em pequenas quantidades pelo organismo feminino.

Os responsáveis por esses hormônios nas mulheres são os ovários e também as glândulas suprarrenais. Juntos no organismo, esses hormônios atuam estimulando a secreção das glândulas sebáceas, que faz com que o cabelo e a pele sejam mais oleosos.

O que acontece é que a queda de cabelo na gravidez pode ser causada tanto pela falta dessa oleosidade quanto pelo excesso dela.

No caso do excesso de oleosidade, o mais comum é notar que os cabelos caem com a raiz, especialmente quando você lava eles e vai escovar depois.

Já no caso da falta de oleosidade, os cabelos não caem com a raiz, mais sim quebram pelo fato de estarem mais secos, sendo comum notar uma queda constante durante todo o dia.

Principais causas

Queda de cabelo na gravidez tratamentos

De uma forma bem resumida, podemos afirmar que as principais causas da queda de cabelo na gravidez são as seguintes:

  • Elevação dos níveis de progesterona
  • Oleosidade excessiva no couro cabeludo
  • Carência de algumas vitaminas durante a gestação
  • Ansiedade
  • Estresse

Embora seja algo bastante comum, visto as muitas mudanças que estão ocorrendo no organismo, se começarem a surgir falhas ou buracos sem cabelo no couro cabeludo, um médico deve ser consultado imediatamente.

Tratamento para queda de cabelo na gravidez

Primeiramente é importante ressaltar que cada caso deve ser analisado individualmente. Somente assim será possível determinar a melhor forma de tratamento para a queda de cabelo na gravidez.

Para a análise dos casos, pode ser preciso fazer alguns exames, a fim de detectar uma possível anemia ou carência de nutrientes. No entanto, na maioria dos casos, o foco do problema está mesmo na grande mudança hormonal que está ocorrendo no corpo feminino.

Nesses casos, o médico dermatologista pode indicar que seja feito o uso de uma loção fortificante para cabelos, que pode ser comprada em farmácias mesmo, ou alguma fórmula manipulada que ajude a evitar que haja mais queda.

Aderir a uma alimentação rica em proteínas também pode ser bastante eficiente para ajudar a melhorar o problema.

Para aquelas mulheres que já apresentam pré-disposição para a calvície, é interessante contar com o acompanhamento antes de depois da gestação. Isso porque depois do parto há uma queda significativa dos níveis de progesterona, sendo ainda mais comum que ocorra a queda, agravando o problema.

De uma forma geral, outro aspecto que deve ser observado é a qualidade do shampoo utilizado, preferencialmente algum mais suave.

Sem dúvidas, a melhor forma de cuidar dos cabelos, do bebê e da saúde durante a gravidez e pela alimentação. Além de ser algo prazeroso, também pode ser uma boa forma de manter-se bem.

Mais do que isso, a principal dica de todas é não se desesperar, afinal, a queda de cabelo na gravidez é algo normal e tende a melhorar assim que os hormônios se regularem novamente, além do que o estresse ainda pode piorar a situação.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a queda de cabelo na gravidez. Aproveite essas informações e boa sorte!

NOTÍCIA INÉDITA
Cápsula com fórmula revolucionária que promete pôr um fim definitivo na calvície e recuperar os cabelos perdidos chama a atenção dos homens de todo o Brasil. ⇒ CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA COMPLETA  

Deixe Seu Comentário