Remédios Para Alopecia Masculina e Feminina [ Veja os Top 4 ]

Se você está aqui porque está percebendo um aumento na queda dos cabelos e quer saber um pouco mais sobre os remédios para alopecia, pode ter certeza de que você está no lugar certo!

Ter os cabelos fortes, sedosos e brilhantes é um desejo de todos. Mas nem sempre isto é possível.

Atualmente pesquisas revelam que o número de pessoas com problema de calvície vem aumentando consideravelmente, tanto para os homens quanto para as mulheres.

É sempre bom lembrar que é considerado calvície quando seu cabelo cai em grande quantidade provocando falhas no couro cabeludo.

O ponto negativo desta doença é que maioria das pessoas só percebem o problema quando já está bem avançado, cerca de 40% de perda dos fios.

A queda dos fios não significa a alopecia. Perdemos naturalmente de 50 a 100 fios diariamente no processo de renovação.

As causas podem ser variadas e, independentemente disso, o mais indicado é sempre consultar um médico para ter um diagnóstico adequado.

Então, se você está mesmo interessado e buscando saber um pouco mais sobre esse assunto, é só continuar lendo e descobrir tudo o que você precisa sobre os remédios para alopecia.

Causas e tipos de alopecia

Tipos de alopecia capilar

A causa mais comum (entre outras) para a alopecia (calvície) é a genética.

Se você desconfia que está perdendo muitos fios de cabelos, que seu cabelo está fraco, opacos, frágeis, quebradiços e sem vida, fique atento aos sinais. Observe sua escova de cabelos, seus travesseiros e ralinho do chuveiro.

Existem vários tipos e níveis de alopecia, então, para um diagnóstico correto o ideal é procurar um profissional da área (dermatologista) que, através de exame clínico visual ou se necessário exames laboratoriais, poderá confirmar (ou não) suas suspeitas de alopecia.

Após o diagnóstico, você receberá orientação do médico para o tratamento mais indicado ao seu caso.

Remédios para alopecia

Remédio para alopecia funciona

Devido ao crescimento do problema da alopecia, cada vez mais recursos estão sendo investidos em pesquisas e estudos. Como resultado disto estão surgindo diversas opções de tratamentos para alopecia no mercado.

As opções podem ser de uso tópico como o Minoxidil, corticoides como a Antralina ou tratamentos mais agressivos como Metotrexate. Os corticoides injetáveis também são indicados nas áreas afetadas do couro cabeludo.

Todos estes tratamentos têm como finalidade controlar a doença reduzindo a queda de cabelos e evitando novos focos de falha. Os tratamentos são específicos para estimular os folículos capilares resultando no nascimentos de novos fios.

Vamos ver como funcionam os remédios para alopecia mais usados no Brasil.

  • Minoxidil

Também conhecido como Rogaine (foi lançado com este nome), é uma loção para uso tópico. Pertence aos medicamentos vasodilatadores. Aumenta o fluxo sanguíneo oxigenando as células capilares ajudando os folículos a crescer e revitalizar.

Pode ser usado por homens e mulheres e auxilia a recuperação dos fios tanto do couro cabeludo, tais como da barba ou outras partes que possam apresentar a perda dos fios ou pelos.

Oferece bons resultados em reverter a alopecia hereditária.

Não é um fórmula mágica, mas tem obtido um bom resultados na maioria dos casos.

Para obter melhores resultados significativos são necessários no mínimo 2 meses de uso deste medicamento.

É bem simples de usar, bastando aplicar a loção na parte afetada uma vez ao dia e massagear por 1 minuto.

  • Finasterida

Este é um dos remédios mais populares para o tratamento da alopecia masculina. Está disponível no Brasil desde 1998. Ele age na causa genética e hormonal obtendo ótimos resultados na recuperação das falhas.

A Finasterida atua nos níveis de testosterona que é o principal hormônio masculino e também o responsável pela queda de cabelos quando seus níveis estão alterados.

Para as mulheres os resultados não são tão promissores. Seu uso deve ser evitado por mulheres no período fértil, principalmente as que estão desejando engravidar, pois pode causar má formação fetal. Não devem ser usados por mulheres gravidas em hipótese nenhuma.

  • Antralina

Antralina ou Ditranol é um medicamento que possui substâncias indicadas para peles com psoríase. A psoríase está entre as causas mais comuns de alopecia. Pode ser encontrado como óleo, pasta ou creme.

A concentração da sua fórmula varia e sua aplicação deve seguir orientação médica.

  • Cetoconazol

Cetoconazol é um medicamento antifúngico que é indicado no tratamento de dermatite seborreica. Embora sua recomendação não seja para alopecia, sua aplicação tópica em forma de shampoo 2 vezes por semana cura ou previne o aparecimento da doença. Couro cabeludo e fios saudáveis, menor probabilidade de alopecia.

  • Suplementos e loções naturais

Outra excelente solução que vem se mostrando cada vez mais eficiente são os suplementos e loções, desenvolvidos apenas com ingredientes naturais.

Essa é uma opção de remédios para alopecia que se mostra muito benéfica, visto que não tem contraindicações e nem causa efeitos colaterais, por ser natural.

No entanto, a dica é sempre procurar por aqueles produtos sérios, bem recomendados e que tenham efeitos cientificamente comprovados. Com isso, você conseguirá os melhores resultados!

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre os remédios para alopecia e a importância de um diagnóstico adequado!

NOTÍCIA INÉDITA
Cápsula com fórmula revolucionária que promete pôr um fim definitivo na calvície e recuperar os cabelos perdidos chama a atenção dos homens de todo o Brasil. ⇒ CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA COMPLETA  

Deixe Seu Comentário